4 motivos para respeitar o ciclista

Amigo motorista, senta aí que essas conversa é com você.

Entra ano e sai ano e as notícias de ciclistas morrendo no trânsito continuam. Eu sei, tem muito ciclista maluco por aí, mas na grande maioria dos casos a culpa é sua, motorista. É você que “tira fino” da bicicleta, que reclama por ele estar “onde não deve”, que acha um absurdo esse povo atrapalhando o trânsito com suas bicicletas e quer mais é passar por cima mesmo.

Tudo isso é muito triste, é trágico, é desanimador. E não apenas para as famílias e os amigos dos ciclistas que se foram por conta de motoristas-mostros (como o do vídeo abaixo), mas também para os que continuam aqui, nessa batalha diária para conquistar só um pouco de respeito.


Alguém se identifica?

Olha, não pedimos muito não. Somos pequenos, quietinhos, quase não ocupamos espaço nesses quilômetros de asfalto que, por lei, deveriam ser compartilhados por todos. E se o dever constitucional não for suficiente para te convencer a respeitar o ciclista, aqui vão outros motivos:

1 – O ciclista quase não ocupa espaço

transito
Quem é mesmo o responsável pelos congestionamentos?

Você vive reclamando dos congestionamentos, mas repare nos carros, ônibus, motos e bicicletas que obstruem cada metro precioso das vias. Quem ocupa mais? Dá uma olhada na foto aí em cima, que mostra o espaço ocupado por carros, ônibus e bikes para levar a mesma quantidade de pessoas.

Sacou? Por que então brigar com quem, na verdade, está ajudando a diminuir o problema?

2 – O ciclista não polui, nem faz barulho

bike

Poucas coisas são tão estressantes quanto o trânsito. Além dos congestionamentos e da perda de tempo, tem a poluição, o barulho e todo aquele ambiente que beira o caos. Aí surge um ciclista do seu lado e você fica com mais raiva ainda. Mas perceba que, de toda aquela loucura, ele é quem menos contribui pra esse clima. Ele não faz o barulho das motos, não emite a fumaça preta dos caminhões, passa quietinho e vai embora.

Deixa ele ir.

3 – Ele é um sinal de evolução

bike2

Uma cidade com muitas bicicletas nas ruas é uma cidade evoluída. Prova que ali existem pessoas inteligentes, que perceberam a importância de cuidar da mobilidade urbana de uma forma mais ampla e sabem que a bicicleta é parte fundamental disso. Já que a gente gosta tanto de imitar os gringos, basta olhar para as capitais da Europa, Nova York e até a nossa hermana Buenos Aires para ver que todas estão investindo na ideia.

É trending, é cool, e você quer isso para sua cidade, correto?

4 – Ele está contribuindo para um futuro melhor

bike3

Daqui a alguns anos, nossos filhos estarão vivendo em cidades mais organizadas, limpas, educadas e conscientes. E muito disso será por conta da luta diária que esses heróis de bike enfrentam todos os dias. Todo mundo quer viver em um mundo melhor, mas pouca gente está disposta a arregaçar as mangas e sair da zona do conforto para fazer acontecer. Pois essas pessoas não. Ao exporem suas vidas em nome daquilo que acreditam ser o melhor, elas forçam os outros a pensarem no assunto, colocam o tema na capa dos jornais e na mesa de debate das políticas públicas.

É isso que transforma o mundo.

Os ciclistas merecem não apenas o respeito constitucional, aquele de passar a 1,5m de distância de suas bikes, mas o nosso respeito como seres humanos, que sabem da importância da sua presença ali no trânsito e cuidam para que eles se multipliquem e ocupem cada dia mais um espaço que é de todos.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta