A era do Lowsumerism

Onde vai dar esse consumismo descontrolado no qual vivemos? Não precisa de muitos estudos (apesar deles existirem) para saber que não é em coisa boa. Diariamente e em escala global nós degradamos o planeta, acabamos com os recursos naturais, exploramos mão de obra de países pobres, colocamos pessoas inocentes em risco, geramos milhões de toneladas de lixo (que degrada ainda mais o planeta) e alimentamos uma ideia de que a coisa mais importante das nossas vidas é comprar.

A solução para esse ciclo auto-destrutivo é complexa, mas já existem saídas sendo desbravadas. Uma delas é a do Lowsumerism, termo hipster para baixo consumo, simplicidade voluntária, consumo consciente e por aí vai. A ideia é bem simples; se pergunte algumas coisas antes de comprar qualquer produto:

1 – Eu realmente preciso disso?
2 – Eu posso pagar por isso? Ou apenas quero me sentir incluído ou afirmar minha personalidade?
3 – Eu sei a origem desse produto e para onde ele vai depois que o descartar?
4 – Não estou sendo iludido pela propaganda?
5 – E, principalmente, qual é o impacto que esse produto causa no meio ambiente?

Se todas as respostas ainda disserem que a compra é realmente importante, então busque alternativas de menor impacto para os recursos naturais, como trocar, consertar e fazer aquilo que você iria comprar. Viver com menos, consumir serviços em vez de objetos e compreender que nossa existência é muito maior que entulhar coisas dentro de casa é um exercício difícil e diário, mas que aparenta ser uma das únicas saídas se quisermos continuar vivendo nesse planeta por muitos anos.

A Box1824, empresa de pesquisa especializada em tendências de comportamento e consumo, fez esse vídeo falando sobre a evolução do consumo na nossa cultura e o que vem por aí. Vale a pena separar 10 minutos do seu dia para assistir:

E você, já entrou nessa?

Comentários

comentários

Deixe uma resposta