A triste história por trás dos esfoliantes e 6 alternativas legais!

capa

Pele lisinha, macia e com aquela cara de saúde é o que todo mundo quer. Para isso, os esfoliantes são um dos nossos maiores aliados. Práticos, cheirosos e baratinhos, basta ir ao mercado ou farmácia e garantir o seu. Tudo ótimo até aí. O problema? As microesferas de plástico – também conhecidas como “as bolinhas que esfoliam a pele”. A solução? Vem comigo que eu te conto.

Mas antes, uma historinha para entender melhor o tamanho do problema. É a historia da Maria.

Maria é uma garota adorável, que vai à feirinha orgânica toda semana, adota gatinhos de rua, respeita os avós e faz questão de ter a pele lisinha, macia e com aquela cara de saúde. Para isso, ela usa um esfoliante desses de mercado, uma vez por semana. O problema é que Maria, que gosta tanto da natureza, está fazendo um mal danado à ela, sem nem saber.

esfoliante_normal

Isso porque essas microesferas, que servem justamente para tirar a pele morta, são muito pequenas, com um tamanho que varia de 0,004 a 1,24 milímetros. O resultado: elas passam batidas pelas estações de tratamento de esgoto e acabam indo direto para o mar.

Além disso, por serem feitas de polietileno ou polipropileno, elas não se decompõem no ambiente. Em vez disso, acabam funcionando como esponjas para poluentes químicos.

Para completar, esse micro-plásticos contaminados são confundidos com alimentos pelos animais marinhos, entram na cadeia alimentar e chegam até nós na hora do almoço, naquele prato de peixe grelhado super “saudável”. Isso mesmo, você corre o risco de acabar comendo a toxina que usou para esfoliar a pele. Bizzaro, né?

Como eu sei que você também não quer essa história pra você, separei algumas opção super eficientes, baratinhas e que não fazem tanto mal.

acucar

Pode ser o comum ou mascavo, ambos são ótimos para a pele delicada do rosto. Você pode mistura com mel ou algum óleo vegetal, como coco, oliva, rosa mosqueta, amêndoas, argan ou outro de sua preferência e esfoliar delicadamente a região.

argila

Essa eu uso há anos e amo de paixão! Existem várias opções de argilas – cada uma com uma função diferentes. A amarela, por exemplo, é desintoxicante, adstringente e desinfiltrante. A branca (essa da foto) é ótima para revitalizar a pele. A cinza é antiinflamatória e cicatrizante. A verde é ótima para pele oleosa, já tem também um efeito adtringente. Já a vermelha é boa para peles sensíveis e por aí vai. Para usar, basta dissolver em um pouco de água (comum ou termal) ou hidrolato e massagear a região. É ótima tanto para o rosto, quanto para o corpo.

bucha

Essa é bem conhecida, mas anda meio esquecida. Essa bucha, que na verdade é uma planta, é uma ótima alternativa às buchas de plástico do mercado – e por muitas razões. Uma delas é seu poder esfoliante natural. Evite apenas usar na pele do rosto, que é muito sensível.

cafe

Mais uma prova de que café é uma das melhores invenções da natureza. Misture com um pouco de mel, óleo vegetal ou mesmo água/hidrolato e aplique na pele. Dizem que é ótimo contra celulites…

esfoliante

Se você tem preguiça ou não está disposta a ia para a cozinha atrás de esfoliantes, você pode comprar ele pronto, bonitinho na embalagem. No mercado já existem várias opções naturais de esfoliantes – para todos os tipos de pele e bolso. Mas lembre-se de optar sempre por marcas que não fazem testes em animais e que não usem em suas fórmulas componentes que possam fazer mal à sua saúde.

fuba

Para finalizar a lista, outro ingrediente baratinho, fácil de achar e super eficiente como esfoliante. Você pode misturar com sabonete líquido para potencializar a limpeza, ou com óleos vegetais e hidratantes naturais, para turbinar a hidratação. Esse é ótimo para usar no corpo – especialmente naquelas regiões mais tenebrosas, como calcanhares e joelhos.

E então, vamos trocar de vez os esfoliantes de mercado por alternativas naturais? =)

Comentários

comentários

Deixe uma resposta