Dica 53: Ecobabies

A cegonha está solta no EcoD! O primeiro a “engravidar” foi Fábio, nosso diretor de conteúdo, e logo depois veio a notícia de Raíza, nossa super-repórter. Rafael nasceu no dia 14 de março e Peu deve nascer em junho, ou seja, até o final desse semestre teremos dois ecobabies visitando a redação.

Pensando nisso, decidi fazer uma surpresinha e encomendei dois kits de fraldas ecológicas para nossos bebês. Sim, são fraldas de pano (!). Mas antes que alguém surte, deixa-me esclarecer: são fraldas de pano modernas… rs.

Isso mesmo. Esqueça aqueles paninhos presos com fivelas de joaninha. Agora as fraldas têm tecnologias de última geração, camadas impermeáveis e outras ultra-absorventes, são feitas de tecidos cheios de nomes gringos e têm mil ajustes diferentes. Achei ótimo, especialmente porque estava curiosa para ver como funcionava e essa era a oportunidade perfeita de testar em outra pessoa. :p

As fraldas de pano modernas são mais absorventes, ajustáveis e, claro, fofas! <3
As fraldas de pano modernas são mais absorventes, ajustáveis e, claro, fofas! <3

A ideia surgiu de uma matéria que eu escrevi para o EcoD alguns anos atrás. Achei a proposta incrível e os argumentos melhores ainda. Você sabia que uma criança chega a usar 6.000 fraldas descartáveis até aprender a fazer xixi no vaso? Além do custo financeiro dessa montanha de fraldas, existe a questão ambiental (já que esse material não é reciclável no Brasil e chega a ser responsável por 2% de todo o lixo recolhido nas grandes cidades, sem falar nos impactos nocivos do processo de produção) e de saúde (as fraldas possuem em sua composição produtos químicos como a dioxina, que pode provocar doenças cancerígenas, defeitos congênitos, danos hepáticos e doenças de pele, sem falar nas alergias e assaduras). Eu não podia permitir que meus “quase sobrinhos” passassem por isso.

Engraçado foi quando as fraldas chegaram e eu fui correndo, toda animada, contar a “novidade” para minha mãe. Ela olhou as fraldas e disse: “É isso? Clara, isso é fralda enxuta. Você usou muito”. Murchei, né? Ainda tentei argumentar que era uma tecnologia nova, ultra-absorvente e blá blá blá, mas ela nem “tchum” pra mim.

Esqueça o paninho com as fivelas de bichinho. Hoje os kits contêm fralda, capas e absorventes
Esqueça o paninho com as fivelas de bichinho. Hoje os kits contêm fralda, capas e absorventes
Nada de papel de presente! Tudo foi devidamente embalado com a técnica do furoshiki
Nada de papel de presente! Tudo foi devidamente embalado com a técnica do furoshiki
Papais e mamães felizes ensinando desde a barriga a ser sustentável
Papais e mamães felizes ensinando desde a barriga a ser sustentável

Bom, o importante é que agora Rafa e Peu poderão dizer que foram bebês sustentáveis e contribuíram com algumas fraldas descartáveis a menos no planeta. Se a ecofralda cumpre tudo que promete, ainda não sabemos. Fábio já prometeu que Rafa irá testar esses dias e conta o resultado. Já Rai ainda vai ter que esperar alguns meses. Mas fiquem tranquilos, em breve volto para contar! ;)

Comentários

comentários

Deixe uma resposta