Dica 81: Correspondências que vão pro lixo

img

Foto: mirvettium

Por alguma razão totalmente desconhecida, eu recebia aqui em casa todas as edições do jornal da American Chemical Society. Como eles tinham meu endereço e qual o possível interesse que eu poderia ter naquelas publicações sempre foram (e sempre serão) um mistério para mim. O fato era que, de tempos em tempos, me aparecia uma edição aqui – que imediatamente ia para o lixo.

Aquilo me incomodava profundamente porque, além de não ler, não entender e não ter nenhum (zero!) interesse no assunto, eu sabia que aquele lixo desnecessário tinha cruzado um continente para chegar até mim – e gerado sabe Deus quantas toneladas de CO2 no caminho.

Eu sabia que a única forma de resolver isso era solicitando o cancelamento do envio, mas sabe aquela coisa que te incomoda, mas você sempre deixa pra depois? Então…

Aí um belo dia a consciência pesou e eu resolver separar alguns minutos do meu dia para fuçar o site da ACS, descobrir como solicitar o cancelamento e, enfim, pedir que parassem de me mandar a revista.

Deu certo. Há meses não recebo correspondência desnecessária e posso dormir mais tranquila sabendo que não tem nenhum envelope voando dos Estado Unidos para cá sem nenhuma necessidade. Fácil, né? :)

*Para saber mais sobre o Desafio, clique aqui!

Comentários

comentários

Deixe uma resposta