Testei: Desodorante Stick Kristall Sensitivo da Alva

Desodorante é um assunto muito sério pra mim por d­­ois mo­­­tivos. O primeiro é:

 cc

(Pausa. Quem lembra daquela comunidade no Orkut “Exemplifico me expondo”? o/)

O segundo é que, como já contei aqui, desodorantes tradicionais (feitos com alumínio) podem ser um perigo para a nossa saúde. Alergias, aumento do risco de Alzheimer, osteoporose e até câncer de mama são alguns dos problemas já relacionados ao uso de uma vida inteira desses produtos. Para piorar, a maioria possui em sua fórmula o parabeno, que, além de diversos tipos de cânceres, também tem sido associado a desequilíbrios hormonais.

Ainda não existe consenso médico quanto ao uso dos desodorantes tradicionais ou aos efeitos dessas substâncias no nosso organismo. Na dúvida, eu (que já tive câncer suficiente pra essa vida) prefiro evitar.

Já tinha testado (e aprovado com louvor) o leite de magnésia como desodorante. Porém, fiquei sabendo que a marca faz testes em animais, então resolvi testar outra opção.

alva1

Como já sou fã dos produtos da Alva, aproveitei a visitinha no stand da marca na Bio Brazil Fair e comprei o Stick Kristall Sensitivo. Eles têm várias opções de desodorantes naturais, mas achei esse mais diferentão e resolvi levar. Acho que custou uns R$ 70,00 no dia (custa R$ 75,00 na loja virtual da marca) – o que é caro, mas a promessa de durar até dois anos me conquistou.

Ele é feito de Alúmen de Potássio, um antimicrobiano natural e mega poderoso. Ao contrário dos antitranspirantes tradicionais, desodorantes naturais não impedem nosso corpo de suar – o que é ótimo, já que é pelo suor que eliminamos o que não presta do nosso organismo. O que eles fazem é impedir a presença de bactérias na região – e sem não tem bactérias, não tem cc. ;)

Levei o desodorante pra casa toda animada e mostrei a novidade pro namorado, que duvidou que fosse funcionar. Realmente é um negócio diferente do que estamos acostumados.

alva2

Basicamente, é uma pedra, que vem no formato de um roll-on, e você precisa molhar um pouco e passar nas axilas até secar (se você for nível avançado no assunto, como eu, o recomendado é passar, esperar secar e passar mais uma camada).

Resultado: já no primeira dia, eu estava me sentindo assim:

happpy

E olhe que, mesmo estando no inverno, eu continuo indo pra academia, treinando pra uma maratona e suando feito condenada na esteira. Outra coisa, não fui só eu quem aprovou não! O São Tomé aqui de casa resolveu testar também e agora só usa ele. Também notamos (sim, porque esse virou um teste coletivo) que, com o uso contínuo, cada dia precisamos de menos quantidade do produto. Enfim, a parada é cara, mas funciona.

Por fim, sempre importante lembrar, o produto é cruelty-free e não possui substâncias como óleo mineral, parabenos e outros derivado de petróleo, lauril sulfato de sódio, cloridato de alumínio, polietilenoglicóis (PEGs), corantes e fragrâncias sintéticas, álcool e alumínio, triclosan, chumbo, entre outros.

Resumo: Se você for comparar o preço com o dos desodorantes de supermercado, vai ter um infarto. Porém, se considerar os benefícios para a sua saúde, pro planeta e a durabilidade, vai ver que vale a pena. Quanto à eficácia, nem tem o que discutir, é o melhor que já usei (palavra que expert no assunto).

Comentários

comentários

Deixe uma resposta